20190815 165019

Polícia

06/06/2019 09:49

SUPERAÇÃO - Atleta militar de Rondônia adere corrida de rua para vencer tumor no abdômen

A história dessa atleta inicialmente foi marcada por angustia e ansiedade. A notícia do tumor no abdome chegou em meados de 2014, momento em que a cabo da Polícia Militar de Rondônia, Karla Giannina Galvão Fernandes Lima, completava 32 anos, casada e com dois filhos, temia o avanço da doença.

A nova situação exigia mudanças severas em todo curso da vida dela. Logo após a confirmação do diagnóstico pelo hospital do Câncer de São Paulo, Karla foi submetida a um procedimento cirúrgico, que a princípio foi bem sucedido, mas que necessitava de cuidados especiais. Dentre tantas prescrições e orientações médicas, a que mais chamou atenção foi a indicação à pratica de atividades esportivas, a mesma já praticava musculação e ciclismo. Ela optou correr, atividade que passou a fazer parte do cotidiano. Em 2017, com incentivo de um primo, participou de sua primeira competição, a Corrida do Fogo, oportunidade em que conheceu a equipe “Aranha Runners”, onde encontrou apoio, parceria e união por parte dos membros, tendo como treinadora Irismar Aranha.

“Após um mês na equipe Aranha Runners, eu fiz os procedimentos de reavaliação do meu estado clínico,  fui surpreendida com a notícia de que o tumor tinha voltado. Fiquei triste e decidi  abandonar os treinos. Sai da equipe, pois teria que voltar para o Hospital do Câncer em São Paulo, para fazer novos procedimentos. Mas minha treinadora entrou em contato comigo e sugeriu que eu utilizasse a corrida como forma de vencer o desafio que comprometia minha saúde.  Nesse grupo todos se ajudam. Um motiva o outro a continuar. Desistir não está no nosso vocabulário,” contou Karla Giannina.

A corrida para ter vida saudável virou algo mais sério quando passou a participar de competições. Correu a Maratona de São Paulo deste ano, onde 14 mil competidores disputaram três diferentes distâncias: trecho completo de 42,195 km, 21 km e 5 km. A Atleta se desafiou e correu os 42,195 km, sua primeira Maratona. Policial militar desde 2007, entrou para a corporação com 25 anos.  Os filhos, Isabela de 7 anos, e Daniel de 6 anos, também são corredores. Eles não a impedem de treinar, Karla leva as crianças para os treinamentos que passou a fazer parte da vida deles também. “E eles adoram, são os mascotes da equipe”, relatou a mãe.

Diante do cenário desfavorável, Karla manteve-se firme e confiante quando passou a ter apoio da equipe Aranha Runners . Aproveitou a oportunidade e inscreveu-se na Maratona Internacional de São Paulo (24km), realizada em 6 de abril de 2018. Com calendário apertado para os treinos, consultas marcadas,  exames, realização de procedimentos hospitalares, tudo isso acontecendo 30 dias antes da maratona, conseguiu cumprir todo o percurso, mas o que lhe levou ás lágrimas foi o diagnóstico do dia seguinte no hospital, onde após a realização de vários exames, foi constatado que o nódulo não estava mais visível. Algo que para os médicos foi inexplicável. “Isso só confirma o ditado, “mente sã, corpo são”.

“Karla não deixou o negativismo tomar contar dos seus pensamentos, ao contrário, buscou superação na prática corrida, cumpriu todo o percurso da maratona”, falou emocionada a treinadora Irismar Aranha.

Karla praticando triathlon

A maratonista e triatleta, em apenas dois anos de treinos, já participou de várias competições, conforme breve histórico de pódio, abaixo:

  1. Corrida do Fogo 2018 (10km): 1º Lugar na Categoria Militar (Calça e Coturno);
  2. Meia Maratona Madeira Mamoré 2018 (21km): 1º lugar na categoria (30-39 anos);
  3. Corrida da Saga 2018 (5km): 1º lugar Geral;
  4. Corrida do Bope do MT 2018(10km): 3º Lugar categoria militar;
  5. Cross Triathlon do Fogo 2017 (750mt de Natação+20 de ciclismo+5km de corrida): 1º Lugar equipe feminino;
  6. Corrida Novembro Azul (10km): 3º Lugar Categoria (30-39);
  7. Corrida do 2º BPM (jí-paraná) (5km): 2º Lugar Categoria Militar;
  8. Cross Triathlon do Fogo 2018 (750mt de Natação+20 de ciclismo+5km de corrida): 3º Lugar militar feminino;
  9. Corrida da Integração 2018: 1º Lugar Categoria Militar;
  10. Corrida Natalina 2018: 1º Lugar Categoria Militar;
  11. Corrida do Eletricista 2019: 2º Lugar Categoria (30-39)

“A corrida salvou a minha vida. Sem ela eu não teria psicológico e nem estrutura para encarar a notícia de um câncer”, declarou Karla.

Karla Giannina Galvão Fernandes Lima é a primeira mulher da Polícia Militar  a correr uma maratona. Considerada pelos maratonistas e praticantes do triathlon um exemplo de superação e disciplina, também está registrada pela Federação de Atletismo de Rondônia.

 

Fonte
Texto: Léia Castro
Fotos: Arquivo Pessoal
Secom - Governo de Rondônia

Img 20190315 wa0062Logo 400x340OndaImg 20181118 wa0053Img 20180328 wa0042

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo