Polícia

18/12/2018 02:07

OPERAÇÃO PAU OCO: POLÍCIA CIVIL E MINISTÉRIO PÚBLICO CUMPREM MAIS UM MANDADO DE PRISÃO TEMPORÁRIA.

No início da noite de hoje, policiais civis da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas do interior (DRACO 2) com apoio do GAECO/MP e 6ª Promotoria deram cumprimento a mais um mandado de prisão temporária expedido no bojo do inquérito denominado “Operação Pau Oco”.
A prisão foi decretada pelo desembargador relator do inquérito no Tribunal de Justiça de Rondônia, tendo como base a tentativa de embaraçar a investigação em curso, conduta essa praticada pelo indivíduo preso nesta data. Os autos ainda tramitam em sigilo.
O investigado foi capturado no momento em que chegava em casa, onde já havia sido cumprida ordem judicial de busca e apreensão. De acordo com os Delegados que coordenam as investigações, foram arrecadadas mais provas com essa ação, e a prisão temporária foi medida necessária diante do risco de o investigado em questão interferir e embaraçar de qualquer modo a apuração.
O crime de embaraçar investigação de organização criminosa é previsto no art. 2º,§1º da lei 12.850/13 (lei de ORCRIM) e é punido com pena de até 08(oito) anos de reclusão. Além desse crime o investigado também é suspeito de integrar organização criminosa e praticar delito definido como tráfico de influência. O suspeito será conduzido até o IML ( Instituto Médico Legal) para a realização de exame de corpo delito e posteriormente conduzido até ao Presidio, onde permanecerá a disposição da Justiça. 

                                                      


Logo 400x340Img 20181110 wa0036OndaImg 20181118 wa0053
https://youtu.be/88TAVJFtvY0
Img 20180328 wa0042

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo