Polícia

06/07/2018 10:49

MEDO DE MORRER? Acusado de matar acadêmica na capital se entrega no Fórum Criminal

Após a Justiça decretar a prisão preventiva de Jorge Martins, 56, acusado de matar a acadêmica Silvia Santos Souza, 39, em uma chácara no bairro Nova Esperança, na zona Norte de Porto Velho, ele se entregou na quinta-feira (05) ao juiz de plantão na 2° Vara do Tribunal do Júri no Fórum Criminal de Porto Velho. Segundo informações apuradas pelo Rondoniaovivo, Jorge teria decidido se entregar porque vinha sofrendo ameaças de morte. 

 O corpo da vítima foi encontrado na madrugada do dia   08 do mês passado. Depois de quatro dias do ocorrido, o acusado havia se apresentado na Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV), confessou o crime, mas foi liberado porque ainda não tinha mandado de prisão.  

Conforme o delegado Francisco Borges, que preside o inquérito, as investigações e os laudos sobre a morte desmentiram a versão de Jorge. Ele teria afirmado que havia sido agredido pela mulher no dia do crime. Porém, no corpo dele não tinha nenhuma lesão.  

Os policiais apuraram que realmente houve discussão entre o casal e ele partiu para cima da vítima com uma faca, desferindo seis golpes. O laudo apontou que apesar das facadas, o que resultou na morte da mulher foi o estrangulamento praticado pelo acusado. 

Ele teria amarrado uma corda no pescoço dela e arrastado o corpo até o carro da própria vítima, mas como não conseguiu colocar na carroceria  ocultou o cadáver em um sumidouro, cobriu com folhas e uma lona.  

Ainda de acordo com a polícia, Jorge ainda teria forjado uma carta como se a mulher estivease se despedindo da família. O mandado de prisão foi cumprido e Jorge encaminhado ao complexo penitenciário da capital.

 

Fonte:Rondoniaovivo


Img 20181009 wa0212Img 20181110 wa0036OndaImg 20180328 wa0042

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo