Arquivos 710 banners 15212 logo png 340 340 1 0  png
Anigif
2018 10 15 14.56.14
605x70 1 1

Polícia

01/06/2018 18:56

Criminosos se passam por passageiros, roubam caminhonete no Acre e matam taxista na BR-364

A Polícia Militar de Rondônia prendeu na última quinta-feira (31) oito pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em roubo de caminhonetes no Acre. A PM chegou até os suspeitos após a quadrilha roubar e matar um taxista que atuava no Acre na noite de quarta-feira (30) na BR-364.

De acordo com informações da polícia, dois criminosos abordaram o taxista de Nova Califórnia, Ronaldo Vacaro, em Rio Branco, e se passaram por passageiros. Após seguirem até Nova Califórnia, onde o taxista deixou um casal de passageiros, os criminosos anunciaram o assalto, roubaram a caminhonete e espancaram e asfixiaram o taxista até a morte. O corpo de Ronaldo foi encontrado jogado às margens do Ramal Linha 4, próximo ao distrito de Extrema.

Com a ajuda do sistema de rastreamento da caminhonete modelo Amarok, os policiais conseguiram localizar o veículo em Guajará Mirim, divisa com a Bolívia, onde seria vendida. No momento da ação da polícia, um dos criminosos, Emerson Gomes, foi preso em flagrante e afirmou que foi contratado por Pablo Suares, para dirigir a caminhonete roubada até Guajará Mirim. Entre os criminosos estão cinco acreanos e 3 rondonienses.

A polícia fez buscas e e conseguiu prender mais 7 suspeitos de integrar a quadrilha, inclusive o homem apontando como mandante do roubo, Pablo Suares. Foram presos também Eliásio da Silva, Tayron Flores, Miguel Farias, Eduardo da Silva, Camila de Carvalho e Pablo Feitosa.

O jovem Eduardo da Silva estava com uma quantia de R$ 920 reais, uma arma calibre 38 e os documentos da vítima Ronaldo Vacaro, além dos cartões dos filhos e esposa do taxista.

A imprensa de Rondônia divulgou que os criminosos Saimon da Silva Vieira e Eduardo da Silva Feitosa confessaram o assassinato do taxista por meio de asfixia. Eles disseram que mataram Ronaldo e jogaram o corpo no ramal.

Todos os presos responderão pelos crimes de latrocínio, associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo.

 

 

Por

 Redação Folha do Acre


Img 20181009 wa0212Img 20181015 wa009220181015 144212Img 20180328 wa0042

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo