Arquivos 710 banners 15212 logo png 340 340 1 0  png
Med
605x70 1 1

Polícia

14/03/2018 09:16

Assassinato de pecuarista morto no centro de Ouro Preto foi encomendado, confirma Polícia Civil

A Polícia Civil avança com as investigações para elucidar o crime de homicídio à bala ocorrido em Ouro Preto do Oeste, praticado contra o pecuarista Jaci Neto Leão, 54 anos, onhecido também por “Marcelo Goiano”, executado a tiro no começo da tarde do dia 28 de fevereiro, na via marginal (da BR-364) Martinho Lutero, entre a loja de materiais de construção Dom Bosco e oficinas mecânica e revendas de autopeças. O delegado Roberto dos Santos da Silva, que conduz o Inquérito Policial do assassinato de Goiano, afirmou não pode dar detalhes para não atrapalhar as investigações, mas adiantou que a polícia segue a linha de que a morte do pecuarista foi encomendada, e a equipe que investiga o crime conclui as diligências para chegar aos autores e mandante do crime. Jaci tinha muitos negócios de compra e venda de gado em todas as cidades da região de Ouro Preto. 

O delegado não entrou em maiores detalhes, mas garantiu que a Polícia Civil já tem indícios sobre a motivação e de onde partiu a ordem para matar a vítima que residia na Linha 202. “Ouvimos em primeiro momento os familiares, depois iniciamos a fase de tomarmos os depoimentos de testemunhas e de pessoas que zeram contatos e negócios recentemente com o senhor Jaci. Temos elementos sucientes que nos leva a crer que a execução teve um mandante, e logo daremos satisfação para a sociedade sobre esse crime”, disse o delegado.

Roberto dos Santos admitiu que a Polícia não descarta outra hipótese e salientou que, caso alguém tenha informações complementares, e queira contribuir com a investigação, basta procurar a Delegacia de Polícia Civil ou fazer contato por telefone e a pessoa terá o sigilo do seu nome preservado. Jaci Neto leão foi surpreendida por dois indivíduos em uma motocicleta quando caminhava em frente ao deposito dos fundos da loja Dom Bosco, o carona efetuou quatro disparos, um dos tiros acertou a cabeça da vítima, matando-a instantaneamente. O projetil do disparo letal perfurou o chapéu e ficou alojado no crânio da vítima.

A ação dos dois pistoleiros foi gravada e obtida de uma câmera de monitoramento que camera instalada na rua Martinho Lutero, e a execução do pecuarista foi assistida por um número incalculável de pessoas em todo o estado e até fora de Rondônia. No vídeo curto, os criminosos são vistos ocupando uma motocicleta, mas a polícia apurou que um deles conduzia a moto escura que é vista na cena do crime, e o carona que efetuou os disparos estava em uma motoneta Honda Pop de cor vermelha, que ficou estacionada em algum local próximo de onde eles executaram a vítima.
De acordo com investigadores que acompanham o caso, os pistoleiros vigiaram e seguiram a vítima ao menos por 15 minutos, enquanto ela estava entre uma borracharia e uma loja de autopeças na rua Martinho Lutero, marginal da BR-364 resolvendo um problema de um pneu de caminhão.

Jaci leão teria saído da borracharia para ir à loja Pemaza Autopeças comprar um pneu, e quando retornava foi surpreendido pela dupla, e o carona disparou quatro tiros com um um revólver calibre 38.

 

Fonte:correiocentral.com.br


Img 20180328 wa0042

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo