Polícia

07/02/2018 10:52

Fim de casamento gay em Vilhena rende tentativa de suicídio, ameaças contra policiais e casal preso

O fim de um relacionamento homoafetivo entre duas mulheres mobilizou a polícia de Vilhena na tarde de ontem (terça-feira, 06), e acabou na delegacia, onde foram registradas ocorrências de tentativa de agressão, de suicídio e de homicídio, além de insultos contra os PMs que atuaram no caso.
 
A operadora de caixa Andressa L.P.F., de 24 anos, que era “casada” há três anos com a auxiliar de cozinha Jéssica F.A.M., 21, resolveu dar fim à relação em virtude das dificuldades para lidar com o gênio da parceira.
 
Após o comunicado, Andressa foi até a casa onde morava com Jéssica para retirar suas coisas do local. A companheira pediu para ela reconsiderasse a decisão, o que não foi aceito. Jéssica, então, armou-se com uma faca e Andressa acionou a Polícia Militar, temendo ser atacada. 
 
No momento em que os policiais chegaram à residência, Jéssica trancou-se no banheiro e começou a ameaçar se matar com a faca. Em seguida, os pais dela também chegaram e começaram a questionar o trabalho da polícia.
 
A porta do banheiro foi aberta à força e a garota tentou atacar os policiaisa facadas. Eles reagiram e a dominaram.
 
Os pais da jovem também, segundo o BO, passaram a tentar agredir os policiais, dirigindo também ameaças a eles. Em virtude da agressividade, o casal foi preso e algemado.
 
Temendo ser atacada pelos familiares da ex-parceira, Andressa gravou um áudio com as ameaças feitas por eles e entregou a polícia, a quem pediu medida protetiva. Com isso, pretende evitar que eles cumpram a ameaça de matá-la.
 
 


Fonte: Folha do Sul 
Autor: Da redação


Logo 400x340Img 20181110 wa0036OndaImg 20181118 wa0053Img 20180328 wa0042

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo