Arquivos 710 banners 15212 logo png 340 340 1 0  png
705x90
Gifbbanner

Polícia

29/11/2017 18:19

Equipe da delegacia de homicídios de Ji-Paraná esclarece crime do corpo encontrado queimado em Ji-Paraná

A equipe da delegacia de homicídios de Ji-Paraná comandada pelo Delegado de Polícia Cristiano Mattos ,esclareceu na manhã desta  quarta-feira(29), um crime ocorrido no último dia 13 de novembro, onde o corpo de um jovem foi encontrado por pescadores próximo a rio Machado em chamas no final do bairro Duque de Caxias. Segundo o delegado, a identificação só foi possível, porque um familiar foi a delegacia informando que um jovem estava desaparecido e fazia alguns dias.

De pronto foi reconhecido pelo familiar devido a camisa que o mesmo usou ao sair de casa. Mas, para ter certeza que seria a pessoa de Juliano Cavalheiro Barroso, foi feito exame através da carga dentária.

E na última semana o resultado deu positivo que como sendo do jovem Juliano Cavalheiro. Diante a confirmação da identidade, começou as investigações onde os policiais da homicídios levantaram algumas informações, com quem estaria o jovem no dia do seu desaparecimento.

Os policiais da homicídios, descobriram que Renato Ferreira da Silva, vulgo “Renatinho”, ex-presidiário esteve com a pessoa de Juliano na data do crime e seria o principal suspeito do assassinato. As provas conclusivas foram, onde o Renatinho comprou a gasolina pela madruga, testemunhas que viram o acusado com alguns pneus, sangue encontrado na residência do próprio Renato.

Segundo as investigações o Renato convidou o jovem Juliano Cavalheiro para consumir entorpecente em sua casa , onde efetuou um tiro na cabeça da vitima. E no dia seguinte, transportou em motocicleta até o local onde foi encontrado queimado.

O delegado Cristiano Mattos e sua equipe apuraram, que o acusado Renato Ferreira, teria tramado a morte do jovem Juliano, porque o mesmo teria lhe caguetou de um crime anterior ocorrido também dentro da própria residência contra Washigton, que foi encontrado boiando nas águas do Rio Machado.

Em sua defesa o acusado Renato Ferreira da Silva, vulgo ``Renatinho´´, negou qualquer participação dele neste crime. Segundo o delegado, esse já o 4° crime que o Renato, responde em Ji-Paraná.


Savassi

Todos os direitos reservados, site plantaocentral.com.br/agosto/2015

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo